quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Advento, Tempo de Espera e de Esperança


Senhor, esperamos-Te novamente.
Povoa de esperança o espaço que restou dentro de nós.
Seca as lágrimas que ainda molham as nossas faces.
Ajuda-nos a repartir os sorrisos que vingaram
neste espaço de barro que somos nós, e onde um dia semeaste a fé.
Repete este milagre de, embora divino,
caberes por inteiro no nosso coração humano.
Volta para nós, desta maneira simples de chegar
E permanece connosco, ajudando-nos a crer
que ainda é tempo de sonhar com a paz.
Senta-Te à nossa mesa e prova o pão do nosso suor.
Caminha ao nosso lado para entenderes o nosso cansaço.
Escuta os nossos anseios, para compreenderes nossa luta.
Volta para nós, desta maneira simples de chegar.
Volta silencioso como a aurora e plenifica de luz o nosso amanhecer.
Volta silencioso como a flor e perfuma de amor o nosso desejo.
Volta para nós, desta maneira simples de chegar.
Da nossa parte, estaremos à Tua espera
como terra seca, que procura orvalho;
como noite escura que procura luz;
como fonte imóvel que procura impulso.
Volta para nós, desta maneira simples de chegar.
E que te possamos descobrir
em todos os presépios e casas,
em todas as manjedouras e berços,
em todas as Marias e Josés.
Amém

(Oração rezada na Adoração Shemá' no dia 30 de Novembro, na Capela do Paço Episcopal)

Sem comentários: