terça-feira, 4 de outubro de 2011

Carta de S.Francisco de Assis ao Jovem de 2011


Jovem Amigo

Eu não te conheço. Não sei de tua vida. Teus amores. Tuas desilusões. Tristezas. Alegrias. Teus sonhos. Teus encantos. Teus desencantos. Não conheço tua história. Teu caminho.
Posso imaginar que és um derrotado, acobardado, vencido pela vida. Sentado à beira do caminho à espera distraidamente, da dama felicidade – que jamais virá.
Posso imaginar que és um lutador, um vencedor... Alguém que deseja o infinito repouse em seus braços. Esperança no olhar, Sorriso nos lábios, Alegria no coração, Vigor nos teus músculos. O passado te impulsionou. O futuro te sorri. O presente tu o vives plenamente.
Jovem, não importa quem foste, por onde andaste, quem és e onde estás. Uma vitória pode ser o principiar de uma derrota e uma derrota pode ser o início de uma vitória.
Eu fui um derrotado por longo tempo. Fui perdedor. A doença me prostou. Entrei em mim mesmo. Encontrei-me n’Ele. Decidi ser só de Cristo. Todo d’Ele. Tornei-me ganhador. Minha vida tomou novo rumo, novo sentido, novo vigor. Nunca é tarde para começar. Nunca é tempo de desanimar. Na vida nunca é tarde para ser feliz fazendo felizes os outros. És tu quem decide de tua felicidade. Se tu não agires, ninguém agirá por ti. Não esqueças que eu também venci. Mais isso não foi fácil. Venci apesar disso.

Não importa o que tu foste, importa o que decides e procuras ser. Não percas tempo, enquanto é tempo.

Um grande abraço de teu amigo que fica torcendo por ti.
Francisco de Assis

Fonte: www.catecismojovem.blogspot.com

1 comentário:

Anónimo disse...

Oxalá muitos jovens se deixem cativar por este ideal de vida...
É lindo observar os jovens Shemá...
o amor que os une e transparece como sol nas nossas vida...