segunda-feira, 25 de julho de 2016

Nós acreditamos...


 
E tu?
Acreditas?...
 
Neste momento de desespero
Quando tudo o que sabemos é dúvida e medo...
Existe apenas uma origem
Nós acreditamos, acreditamos
 
Nesta geração quebrada
Quando tudo está escuro Tu ajudará a ver
Há apenas uma salvação
Nós acreditamos, acreditamos
 
Cremos em Deus Pai
Nós acreditamos em Jesus Cristo
Cremos no Espírito Santo
E Ele nos deu uma nova vida
Acreditamos na Crucificação
Acreditamos que Ele venceu a morte
Acreditamos na ressurreição
E Ele está voltando de novo
Acreditamos
Então, vamos a nossa fé seja mais de hinos
Maior que as canções que cantamos
E, em nossa fraqueza e tentações
Nós acreditamos, acreditamos
 
Cremos em Deus Pai
Nós acreditamos em Jesus Cristo
Cremos no Espírito Santo
E Ele nos deu uma nova vida

 Acreditamos na Crucificação
Acreditamos que Ele venceu a morte
Acreditamos na ressurreição
E Ele está voltando de novo
 
Acreditamos
Deixa o perdido ser encontrado
E o morto ser levantado
No aqui e agora
Deixe que o amor invada
Deixe a igreja viva voz alta
Nosso Deus diremos
Nós acreditamos, acreditamos
E as portas do inferno
Não vai prevalecer
Para o poder de Deus
Rasgou o véu
Agora sabemos que o teu amor
Nunca falhará
Nós acreditamos, acreditamos
 
Cremos em Deus Pai
Nós acreditamos em Jesus Cristo
Cremos no Espírito Santo
E Ele nos deu uma nova vida
Acreditamos na Crucificação
Acreditamos que Ele venceu a morte
Acreditamos na ressurreição
E Ele está voltando
Ele está voltando de novo
Acreditamos nós acreditamos

 

sábado, 23 de julho de 2016


O mais importante não é…

eu procurar-Te,
mas sim que Tu me procuras por todos os caminhos (Gen 3, 9);

eu chamar-Te pelo Teu nome,
mas sim que Tu tens o meu nome marcado
na palma da Tua mão (Is 49, 16);

eu gritar-Te quando nem palavras tenho,
mas sim que Tu entras suavemente
em mim com o Teu grito (Rom 8, 26);

eu ter projetos para Ti,
mas sim que Tu me convidas a caminhar contigo
em direção ao futuro (Mc 1, 17);

eu compreender-Te,
mas sim que Tu me compreendes até
ao meu último segredo (1 Cor 13, 12);

eu falar de Ti com sabedoria,
mas sim que Tu vives em mim e Te exprimes
à Tua maneira (2 Cor 4, 10);

eu guardar-Te na minha caixa de segurança,
mas sim que eu sou como uma esponja
no fundo do Teu oceano (EE 335);

eu amar-Te com todo o meu coração e com todas as minhas forças,
mas sim que Tu me amas com todo o Teu coração
e com todas as Tuas forças (Jo 13, 1);

eu consolar-me e planificar,
mas sim que o Teu fogo arde dentro dos meus ossos (Jer 20, 9);

Porque, como é que eu seria capaz de procurar-Te, chamar-Te, amar-Te...
se Tu não me procurasses, chamasses e me amasses primeiro?


                                                                                                  Benjamin Gonzalez Buelta, sj

 

Onde fores eu Te seguirei!

 Fazes-me falta Senhor.

Fazes-me falta como a Família  onde encontro o meu refúgio, como os Amigos que gostam de mim e me apoiam, como o perfume das flores silvestres que me dá este sorriso, como a cor dourada dos campos do meu Alentejo, como o sol que me aquece o rosto e me dá energia, como os tons outonais onde descanso o meu olhar, como o luar onde elevo os meus sonhos, como o vento e a chuva que me dão serenidade…

Fazes-me falta Senhor, porque Tu me dás Vida.
Faltei ao “3º Encontro com Deus” que se realizou em Fátima nos dias 15 a 17 de Julho de 2016, da
responsabilidade dos Irmãozinhos de S. Francisco de Assis de Beja, mas não podia faltar á Adoração ao Santíssimo Sacramento, inserida no Encontro, na Capela da Morte de Jesus no Santuário de Fátima. E encontrei-me conTigo…

Várias centenas de pessoas juntaram-se a mim naquela que foi a Adoração mais emocionante que vivi. O branco das flores que enfeitava o altar, a simplicidade daquele lugar, Tu no meio de nós, fizeram-me viver momentos maravilhosos.
Há sempre um momento único e rico de emoção quando passas a abençoar-nos. Senti a tua mão afagar o meu rosto, o teu beijo a secar as minhas lágrimas, senti a força do Teu abraço.

O tema desta Adoração era, “Escolher o que não pode ser tirado”. E eu, que já era apaixonada por ti, ouvi-Te através dos Irmãozinhos como se estivesses a falar comigo, e só comigo.

No Evangelho de Domingo, segundo S. Lucas, Maria recebeu-te em casa da irmã, Marta, sentada a Teus pés a ouvir-Te.
Marta, pelo contrário, andava atarefada para te agradar. Assim estou eu Senhor, a querer ouvir-Te e a tentar agradar-Te. Será que conseguirei fazer a minha escolha de maneira a que nada me seja tirado? 
 
Fazes-me falta Senhor!             
Onde fores eu Te seguirei…

Aos meus queridos Irmãozinhos, agradeço de coração todas as alegrias, todos os momentos lindos que tenho vivido convosco, todas as emoções que têm enchido o meu coração e a minha vida. Que Deus vos abençoe.

      Ju                                              
 Queluz, 19 de Julho de 2016

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Lágrimas que o amor faz voar


Lágrimas que o amor faz voar
 
Se os sonhos que me fazem chorar são bons, por que razão não lhes hei de ser fiel? Porque sofro por eles? Não. Quem desiste do que pode e deve ser condena-se ao inferno de viver longe de si mesmo.

Ser feliz, nesta vida, é lutar pela felicidade e ser capaz de encontrá-la, até na desgraça. Se o fundo do meu poço pode ser sempre mais fundo, também é verdade que posso sempre erguer-me e lutar para que não o seja.
O normal é uma ilusão, uma forma simples de desistirmos de nós, em favor de uma ilusão que, de fora, se tenta impor a todos. Não há duas pessoas iguais no mundo…
Não sou feliz com os sonhos do outro, assim como não serei infeliz com os meus.

Três bons princípios de vida são: sonhar, ainda que doa; lutar pelos sonhos, mesmo quando tudo parece estar contra; ajudar os outros a sonhar e a lutar pela construção da sua alegria original, singular e autêntica.

As lágrimas que choro voam. Mesmo. Já fora de mim, tornam-se nuvens e regam as árvores que hão de florir no paraíso que sonho... e pelo qual luto e quero lutar.

As sementes que em mim plantaram e das quais devo cuidar, determinam o que fui, o que sou e o que posso ser. Mas se este tesouro me chegou de forma gratuita, não posso deixar de cuidar dele... sob pena de me perder.

Eu faço-me no meu caminho, com o amor de que for capaz.
Não há ninguém normal no mundo comum dos mortais... somos todos extraordinários… somos todos imortais...
 
                                                                                                                José Luis Nunes Martins

terça-feira, 12 de julho de 2016

Adoração ao Santissimo - Fátima



É já neste fim de semana... ao contrario das Adorações anteriores, esta será no domingo...
Será realizada no dia 17 de julho às 14h, na capela da morte de Jesus, capela esta que fica situada no lado esquerdo onde se faz a Adoração ao Santíssimo no Santuário de Fátima (capela do silencio)